Segunda a sexta das 08h00 às 12h00

Destaque

Biomédica comanda equipe que sequenciou o genoma do coronavirus no Brasil

02-03-20 | Destaque, Notícias

A biomédica Jaqueline Goes de Jesus (à direita) e equipe do CADDE (Foto: Divulgação)

Uma biomédica é uma das responsáveis pelo mapeamento do genoma do coronavirus no Brasil. Jaqueline Goes de Jesus coordenou, juntamente com Claudio Tavares Sacchi, a equipe de cientistas que publicou a sequência do vírus dois dias após o primeiro caso do novo coronavirus ter sido confirmado no país.

Graduada pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública da Bahia e doutora em Patologia Humana, Jaqueline é bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (FAPESP) e faz parte do  Centro Conjunto Brasil-Reino Unido para Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (CADDE). A biomédica é também integrante do ZIBRA project – Zika in Brazil Real Time Analisys e trabalhou no desenvolvimento e aprimoramento de protocolos de sequenciamento de genomas completos pela tecnologia de nanoporos dos vírus Zika e HIV.

A sequência do genoma viral do coronavirus recebeu o nome de SARS-CoV-2. O mapeamento ajuda a entender como ocorre a disseminação do vírus, as suas mutações e, consequentemente, colabora no desenvolvimento de testes de diagnósticos e de vacinas. Segundo Ester Sabino, diretora do Instituto de Medicina Tropical da USP, a sequência brasileira apresenta diferenças em relação ao genoma identificado em Wuhan, epicentro da epidemia na China.

Mais informações sobre o sequenciamento realizado pelas equipes de pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz e das universidades de São Paulo (USP) e de Oxford (Reino Unido), nesta matéria da Agência Fapesp.

 

Compartilhe nas Redes

Skip to content