BIOMEDICINA ESTÉTICA: a habilitação que cuida da saúde e da beleza dos pacientes

BioEstetica-1Uma das mais habilitações mais procuradas, a biomedicina estética prepara o profissional, cientifica e tecnicamente, para desenvolver e realizar tratamentos estéticos e de prevenção do envelhecimento. Quem se especializa nesta área aprofunda-se no conhecimento da derme e de seus anexos (pelos, unhas, glândulas sebáceas e sudoríparas) assim como do tecido adiposo e do metabolismo.

Para realizar os tratamentos, o biomédico esteta está autorizado a fazer uso de métodos invasivos não-cirúrgicos (aqueles que são minimamente invasivos), como carboxiterapia, aplicação de toxina botulínica e preenchedores, além de outros procedimentos como laserterapia, luz intensa pulsada e peelings químicos e mecânicos.

Entre as disciplinas que podem compor a especialização em biomedicina estética estão cosmetologia, fisiopatologia, preenchimentos estéticos, eletroterapia, peelings e protocolos estéticos.

Helena Schirmer, biomédica esteta e conselheira do CRBM-5, traz outras informações importantes para quem pretende se especializar em biomedicina estética.

– Quais são as possibilidades de atuação do biomédico esteta?

Helena Schirmer: O biomédico pode atuar como responsável técnico de clínicas de estética, na pesquisa no campo da estética e ministrando cursos de capacitação. Também pode trabalhar na venda de produtos e/ou treinamento de equipamentos utilizados para os procedimentos estéticos.

– Como está o mercado para o biomédico nesta área?

HS: O mercado é bastante atrativo, pois atualmente a população investe em procedimentos estéticos que sejam menos invasivos e de recuperação mais rápida. Além disso, observa-se uma maior diversificação do público.

– Quais características e habilidades o profissional deve ter para trabalhar com estética?

HS: Precisa ser um profissional com vontade de estudar e atento às atualizações, pois é uma área muito dinâmica. E, o mais importante, tem de gostar de se relacionar com o público e de conversar.

– Por que a biomedicina estética despertou o teu interesse?

HS: É uma área que trabalha com saúde e prevenção mais do que com doença. Também me atraiu a diversidade de atividades dentro desta habilitação, além de ser uma área que ainda precisa de mais desenvolvimento científico. A estética, diferente de outras habilitações, permite um maior contato com o paciente e maior autonomia para o profissional.

Imprensa CRBM-5