Acupuntura: a habilitação que une a biomedicina à técnica milenar chinesa

acupuntura2.1A acupuntura é uma habilitação da Biomedicina desde a década de 1980, mas, para estudá-la, é preciso ir a um passado bem mais distante. É que a acupuntura é uma técnica milenar da Medicina Tradicional Chinesa. Seu princípio é a liberação do fluxo de energia vital, conhecido como Qi, através da aplicação de agulhas em determinados pontos do corpo. A filosofia oriental atribui o desenvolvimento de diversos problemas físicos e emocionais ao desequilíbrio, bloqueio ou mesmo à deficiência desta energia vital. As agulhas estimulam não só a circulação da energia como também desencadeiam a liberação de substâncias naturais do organismo, como a endorfina, além de aumentar o fluxo sanguíneo. O efeito da técnica auxilia na promoção, manutenção e recuperação da saúde e do bem-estar.

Para a prática da acupuntura é necessário, além de conhecimento de anatomia, fisiologia, patologia e outras matérias que compõem o curso de biomedicina, se aprofundar em conceitos e métodos da medicina chinesa, como o sistema de meridianos e colaterais e o diagnóstico por observação do pulso, das veias e de nódulos das orelhas e da língua.

Quem une todos estes conhecimentos é a acupunturista e conselheira do CRBM-5, Fabiana Vieira. Ela revela o que um biomédico precisa saber para trabalhar na área.

– Quais características o profissional deve ter para trabalhar como acupunturista?

Fabiana Vieira – O profissional deve apresentar um currículo multidisciplinar, sabendo conciliar os conhecimentos em anatomia, semiologia e patologia e a concepção holística e de equilibro energético que preconiza a filosofia da Medicina Tradicional Chinesa, da qual faz parte a acupuntura.

Além disso, muito estudo, dedicação e constante atualização fazem parte de um bom profissional na área. Um bom profissional acupunturista também deve ser um bom ouvinte e estar sempre atento ao paciente, identificando pequenos detalhes físicos que auxiliam o correto diagnóstico.

– Em quais locais o biomédico com habilitação na área pode atuar?

FV- O Biomédico acupunturista pode atuar em clínicas particulares de acupuntura, em grupos multidisciplinares de saúde e, no campo acadêmico, como professor nas diversas especialidades da Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura.

– Como você vê o momento atual da acupuntura para os biomédicos?

FV- A acupuntura vem como uma atuação promissora, uma vez que, atualmente, um grande número de pacientes vem procurando novas terapias alternativas em busca de um equilíbrio energético e de outros benefícios, como o tratamento do stress, da ansiedade e de dores diversas. Na Medicina Tradicional Chinesa, incluindo a acupuntura, o paciente é tratado e equilibrado como um todo, sem as fragmentações que observamos hoje na medicina Ocidental.

– Por que o interesse pela acupuntura? E o que te agrada mais nesta área?

FV- Eu gosto muito da acupuntura por me permitir tratar as dores dos pacientes, sejam elas físicas ou emocionais. É um método de alivio às dores e às doenças, pois com a inserção das agulhas nos locais corretos podemos promover analgesia, estimular o sistema imunológico ou anti-inflamatório, promovendo uma melhor qualidade da saúde e maior sensação de conforto e bem-estar aos pacientes.


É bom lembrar:

A acupuntura é uma prática multiprofissional, podendo ser exercida por outros profissionais da área da saúde que estejam devida e legalmente habilitados.

Recentemente, em uma matéria da revista PASS de maio de 2019, afirmou-se que a acupuntura somente poderia ser exercida por médicos, dentistas e veterinários. O Conselho Regional de Biomedicina da 1ª Região emitiu uma nota à publicação corrigindo a informação. A retratação foi publicada na edição de julho da revista.